Tradutor

domingo, 7 de setembro de 2008

VIDEO ELO DA CORRENTE+ POESIA NA BRASA no Sarau Elo da Corrente 04/09 - Bar Santista

Se puder
dar uma olhada vale conferir, muito loco essa noite

Um comentário:

Diego da Brasa disse...

Que noite...
Ali estavamos nós,
Que um dia viraremos pó,
Ouvindo poesia e só...

Simples momento,
Cheio de sentimento,
Que cadeias está vencendo,
Fazendo e acontecendo.

Que lindo ver nosso POVO,
Todo orgulhoso,
Sem precisar de linguajar pomposo,
Para demonstrar ter coração bondoso,
Desfrutando do profundo gozo,
De ser simples e importantemente o POVO.

E viva nossa poesia,
Que retrata nosso dia-a-dia,
Que não procura rimas eloquentes,
Que não precisa sair pela tangente,
Para demosntrar que nossa gente,
Tem orgulho na certeza de ser nossa gente.

E é esta poesia,
Que no retrato de nosso dia-a-dia,
De nossa vida na periferia,
Está nos levando ao que sonhamos um dia.

Gozando não só da livre expressão,
Mas desligando aquela televisão
Que está a serviço da alienação,

Não se trata apenas de rimas
Estamos guiando nossas vidas
Enfrentando cara a cara, na lida,
Esse sistema que nos maltrata, que tenta nos rebaixar todo dia.

Mas deixa eu ficar por aqui
Que o melhor há de vir
Quando acabarmos de mais esta poesia ler e ouvir
E a nossa gente, alegre, feliz, orgulhosa e inteligente, sorrir.