Tradutor

sexta-feira, 4 de abril de 2008

Sarau elo da corrente - Poesia no ar (definitivamente)

Dona Araci sepulta sua tv toda quinta feira a noite
. João do Nascimento: puxando sua carroça

Salve comunidade

Buzão


Da uma olhada no progresso do buteco

Ontem aconteceu mais um sarau no bar do santista. Muito bom, noite muito linda , noite muito calma. Um dia especial, primeiro pela visita do Buzo, do Gag e do Falcão da DGT Filmes, segundo pelo nosso mural de poesias e terceiro porque ontem transmitimos o sarau ao vivo pelas ondas da Rádio Urbanos FM, poesia no ar!!!
E vai ser assim em todos os saraus daqui pra frente, poesia pelo rádio, pra toda comunidade. Ontem foi muito loco essa experiência, fazia um tempinho que a gente tava esquematizando isso e ontem virou.
A casa tava cheia, bonita e o mais importante: silenciosa.
Antes de começarmos fizemos um minuto de silêncio sem mesmo combinar ou anunciar antes, foi muito louco. Dai o Buzo lembrou as palavras cooperiféricas "O silêncio é uma prece" e por ai conduzimos.
A nossa bibluioteca ta linda também , com cerca de 500 livros , com doações chegando direto, já ta faltando espaço (problema bom) , a Soninha me disse que as pessoas levam um livro emprestado trazem 3, 4 para doação!!!
Da hora que a comunidade ta compreendendo nossas intenções cada dia mais, se empenhando pra fazer um bom encontro pra todos, uma festividade e não uma competição, o lance toma corpo a cada dia. Tem pessoas, como a Dona Araci, que definitivamente deixou a novela de lado pra vir ao sarau e o melhor está recitando poesias, escritas por ela inclusive, meus olhos brilham ao ver esse sentimento semeado, a busca do valor próprio, liberdade de expressão, criação, leitura pertencimento cultural ...loco...loco

Obrigado ....
Ontem litros , hoje livros

Michel da Silva

3 comentários:

Don Caco disse...

ae família, os parabéns pelo incentivo do VAI, pra fortalecer a iniciativa que já quebra tudo, agora um pouco mais, pois o recurso é nosso por direito.
saravah!

Dumuro disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

O leonardo é um dos caras mais raçudos que eu conheço. já a poesia, deve ser decorrência. o resto já era.
contrera